(43) 3321-4655

Gerais

A 22ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias identificou que, dos 107.161 km analisados, 57,0% apresentam algum tipo de problema no estado geral, cuja avaliação considera as condições do pavimento, da sinalização e da geometria da via. Em 2017, esse percentual era de 61,8%.

O estudo da CNT (Confederação Nacional do Transporte) e do SEST SENAT abrange toda a extensão da malha pavimentada federal e as principais rodovias estaduais pavimentadas.

Em relação ao pavimento, 50,9% dos trechos avaliados receberam classificação regular, ruim ou péssima. Na sinalização, 44,7% da extensão das rodovias apresentaram algum tipo de deficiência. Quando o aspecto é a geometria da via, 75,7% da extensão das rodovias brasileiras foram classificadas com regular, ruim ou péssima.

De 2017 para 2018, o número de pontos críticos subiu de 363 para 454, um aumento de 25,1%. São assim consideradas aquelas situações críticas que ocorrem ao longo da via e que podem trazer graves riscos à segurança dos usuários

De acordo com a pesquisa, somente os problemas no pavimento geram um aumento médio de 26,7% no custo operacional do transporte. Rodovias deficientes reduzem a segurança viária, aumentam o custo de manutenção dos veículos, além do consumo de combustível, lubrificantes, pneus e freios.

“A falta de investimentos é a principal causa das péssimas condições das rodovias brasileiras. Para corrigir os problemas mais urgentes, reconstrução, restauração e readequação das vias desgastadas, são necessários R$ 48,08 bilhões. Isso é sete vezes mais do que o orçado pelo governo federal para todas obras em transporte rodoviário este ano”, afirma o presidente da CNT, Clésio Andrade. O orçamento 2018 para infraestrutura rodoviária é R$ 6,92 bilhões.

CNT-rodoviapr

Rodovia no Paraná (Foto: CNT)

As 26 equipes de pesquisadores da CNT passaram 30 dias em campo percorrendo os mais de 107 mil quilômetros analisados. Os resultados são apresentados por tipo de gestão (pública e concessionada), por jurisdição (federal e estadual), por região e por unidade da Federação.

O estudo apresenta, também, o ranking de qualidade de 109 ligações rodoviárias. A pesquisa CNT de Rodovias traz, ainda, análises socioeconômica e ambiental, além de informações sobre infraestrutura de apoio disponível nas rodovias.

Leia mais:

Principais dados

Ranking das rodovias

Pesquisa completa

Fonte: CNT

Softcenter traz novidades a seus clientes

Criação de sites e lojas virtuais