B L O G

Dicas, conteúdos, informações e materiais grátis sobre Gestão de Transportes, Frotas e Armazéns.

Quando a transportadora precisa liberar uma carga para viagem e não recebe a nota fiscal para emitir o CT-e, não consegue autorizar o caminhão para seguir viagem, impedindo o  motorista de sair que, muitas vezes, precisa cumprir horário, levando a outras complicações.

O que você faz? Procura o cliente para que ele envie a nota fiscal? Você se desespera? Sente-se pressionado pelo motorista?

Problemas recorrentes causam estresses desnecessários que podem prejudicar a sua atenção no trabalho e até a sua saúde.

Para isso, pense em um mecanismo onde você não depende do seu fornecedor/cliente para ter acesso a essas informações que são cruciais para emitir um CT-e.

Existem recursos tecnológicos no mercado que fazem essa integração entre o cliente da transportadora/embarcador com a transportadora. Um desses recursos é a automatização da busca e integração de notas fiscais emitidas, que contenham o CNPJ da transportadora identificado no campo transportador na nota fiscal.

Com isso, além da agilidade e de não depender do cliente, o motorista será liberado no tempo correto, podendo entregar a mercadoria no prazo.

Além disso, é possível programar a gestão financeira, pois quando a transportadora estiver na condição de compradora, o sistema já reconhece a nota de compra e já lança no sistema financeiro, onde é calculado o gasto.

A partir disso, podemos elencar diversos benefícios:

  • Agilidade nos processos

Não é necessário digitar produto a produto de cada compra realizada ou apontar remetente, destinatário, número da nota nos casos das notas a serem transportadas.
Como a nota fiscal é importada automaticamente, sobra mais tempo para realizar todos os outros processos e serviços da transportadora, agilizando os processo como um todo.

  • Segurança

Por ser necessária a senha do certificado A1 para baixar as notas da Receita, mesmo a nota sendo emitida por um fornecedor (terceiro), não há o risco de qualquer pessoa ter acesso às notas fiscais.

  • Facilidade e produtividade

Com a captura automática do XML de nota fiscal, fica fácil, pois, depois de configurar inicialmente com o certificado digital, as novas notas emitidas aparecerão automaticamente.
Além disso, com a automação dos processos no sistema, o tempo e serviço dos funcionários podem ser bem mais proveitosos, melhorando a produtividade de toda equipe.

  • Minimização de erros

Ainda, erros relacionados a digitação, são reduzidos drasticamente, pois todo processo é automático, evitando que lançamentos no sistema sejam feitos de forma equivocada, evitando retrabalho e trazendo mais segurança para sua operações.

No FreteFácil há o recurso que consulta a base nacional de documentos eletrônicos da Sefaz. Se tiver alguma nota da transportadora na base nacional, de forma automática, através do certificado digital da transportadora, a nota fiscal é inserida no sistema para realizar os controles adicionais, como financeiro, e para emissão de documento, quando for o caso.
Com o controle de estoque integrado no sistema, a gestão fica mais clara e preciso.

Saiba mais sobre o BuscaFácil:

 

Leia mais:

10 questões sobre o MDF-e que você tem que saber

Como analisar os resultados financeiros da sua Transportadora

Ficou com alguma dúvida? Não deixe de entrar em contato conosco! Através do e-mail comercial@softcenter.com.br ou por telefone (43) 3321-4655.

Acompanhe nossas redes sociais! Acesse o nosso FacebookInstagramLinkedIn e YouTube!


ebook composicao-de-valores-de-frete